Da família Brassicaceae (ou Cruciferae), o brócolis é uma hortaliça que surgiu na bacia do Mediterrâneo. Nos primórdios de seu surgimento, toda a família de brássicas era conhecida como “brócolis” (que vem de “broto”), incluindo hortaliças como a couve-flor, repolho, entre outras.

O brócolis, como é conhecido hoje, foi domesticado e levado para a a Itália – mais especificamente para a região da Calábria-, durante o século 8 a.C. Há registros do cultivo desta hortaliça desde os tempos do Império Romano, com utilização em receitas desenvolvidas pelo chef romano Apicius, considerado o mais famoso da época.

Mas foi apenas no século XIX que o brócolis foi trazido para o continente americano pelos imigrantes italianos, mesmo período no qual a hortaliça chegou ao Brasil. Por não estar adaptado a temperaturas quentes e chuvosas, o brócolis se desenvolveu melhor nas regiões Sul e Sudeste do país, locais que concentram o maior volume da produção nacional da hortaliça.

Existem duas variedades de brócolis: o de Cabeça Única e o Ramoso, sendo o primeiro o mais produzido e consumido pela população no mundo todo. Vale destacar que a planta toda do brócolis pode ser ingerida: além dos floretes e talos da hortaliça, suas folhas também podem ser utilizadas em diversos tipos de preparos.